4 de jul de 2017

Reprise Literária #10 Carry on - Por: Mychelle Lemes

Olá leitores. 
Hoje vim falar novamente de um livro que li já faz um tempo, mas que eu me apaixonei pela leitura completamente. Então tinha que fazer a resenha para vocês. E que vale a pena ser reprisado

créditos da imagem: Meu Amor Pelos Livros
 Titulo Original: Carry On
Autora: Rainbow Rowell
Nacionalidade: Americano
Páginas: 448
Ano de Lançamento: 2016
Editora: Novo Século
Estrelas: 4,5/5
Sinopse:

Simon Snow é um bruxo que estuda numa escola de magia na Inglaterra. Profecias dizem que ele é o Escolhido. Você pode até estar pensando que já conhece uma história parecida. O que você não sabe é que Simon Snow é o pior Escolhido que alguém já escolheu. Poderosíssimo, mas desastroso a ponto de não conseguir controlar sequer sua própria varinha, Simon está tendo um ano difícil na Escola de Magia de Watford. Seu mentor o evita, sua namorada termina com ele e uma entidade sinistra ronda por aí usando seu rosto. Para piorar, seu antagonista e colega de quarto, Baz, está desaparecido, provavelmente maquinando algum plano insano a fim de derrotá-lo. Carry On é uma história de fantasma, de amor e de mistério. Tem todos os beijos e diálogos que se pode esperar de uma história de Rainbow Rowell, mas com muito, muito mais monstros.

Minhas Opiniões:

Esse foi o meu primeiro contato com a autora Rainbow Rowell e posso dizer com toda a sinceridade que foi o melhor contato possível. 

P.S. como eu li a versão em inglês do livro, eu não irei colocar as páginas nos quotes, pois podem não condizer com a obra em português. 
"Você era o Sol e eu estava colidindo com você. E toda manhã eu acordaria e pensaria 'isso vai terminar em chamas'" (Baz)
Eu sempre ouvi falar muito desta autora. Minhas colegas de classe sempre falavam dos seus livros, então quando tive a oportunidade de comprar um dos seus livros e ler, agarrei com toda a minha força. Realmente fiquei completamente apaixonada pelo livro, o mundo, a estória e os personagens. Não queria parar de ler, o Simon e o Braz são dois personagens completamente fofos, que eu amo com todo meu coração. 
O livro vai contar a jornada de Simon Snow, o pior escolhido já escolhido (rsrs). Ele juntamente com sua melhor amiga, Penny, e sua (ex) namorada sempre enfrentaram todos os mistérios e batalha juntos, só que no final do ano anterior, antes do começo do livro, ocorreram vários acontecimentos que acabaram desestabilizando muita coisa que o Simon acreditava. Então, quando ele volta para a escola, ele está mais do que nervoso, pois nenhuma das questões foram resolvidas. Para piorar tudo, seu maior inimigo, Baz, está desaparecido e ninguém sabe onde ele está. Simon jura que ele está planejando algo maligno, mas eu acredito que ele pensava isso só para ter uma desculpa para pensar em Baz (rsrs). Tudo vai às mil maravilhas (para todos, menos para o Simon), até que Baz volta e aí começam as grandes reviravoltas do livro. 
"O fato é que Simon Snow é o mago mais poderoso vivo. E nada pode machucar ele, nem eu. Simon Snow está vivo... E eu estou desesperadamente apaixonado por ele." (Baz)
O livro é divido em partes e é narrado por vários personagens, mas principalmente por Baz e Simon. Então podemos ver como ambos reagem ao que acontece ao seu redor e também descobrimos como os dois lidam com seus passados e presentes. No caso do Baz, ele sempre foi apaixonado pelo Simon, apesar de esconder isso sob uma máscara de inimizade. O mais triste do livro, para mim, é ver como o Baz sofre por amar o Simon, já que ele ainda tem que lidar com o fato de que é um vampiro e um bruxo com uma afinidade com o fogo (vampiros são altamente inflamáveis). E ainda tem o fato de que sua mãe morreu em um ataque que teve a escola, quando ele ainda era pequeno (ela era a diretora na época).
O Simon também não teve uma das melhores vidas. Ele foi criado em um orfanato e quando seus poderes despertaram foi levado para a escola e começou o treinamento para ser bruxo, só que seu poder é tão forte que ele não conseguiu controlar, então, toda vez que tenta usar a magia acaba destruindo tudo. Ele tem uma grande carga de responsabilidade, por ser o escolhido, mas ele mesmo não quer essa carga e gostaria só de ser um bruxo comum e poder viajar pelo mundo com sua amiga, Penny, depois que terminar o Ensino Médio. 
A interação entre o Simon e o Baz é maravilhosa. Não tem como não shippar os dois e torcer para que eles tenham um final feliz. Cada um tem seu nível de problemas para lidar e ao mesmo tempo que devem ser inimigos, eles se gostam e são atraídos um para o outro. Baz quer ser o amor de Simon e acaba torturando ele um pouco por não poder ser, mas no fundo só quer que o Simon seja feliz. Já o Simon sempre jura que o Baz está planejando algo terrível para destruir o mundo, mas no fundo apenas quer ter uma desculpa para ficar perto do Baz e ter certeza de que ele está bem, tanto que quando o Baz some, Simon quase fica louco querendo saber onde ele se encontra e o que está fazendo. 
"Eu acho que vou beijar ele. Ele está bem aqui. E seus lábios estão abertos (ele respira pela boca) e seus olhos estão vivos, vivos, vivos." (Baz). 
“Ele sorri, e ele é feito de problema" (Simon)
Quanto a personagens segundarias, temos como destaque a linda Penelope (ou Penny). Ela é melhor amiga do Simon e vai se juntar a ele e Baz para resolver o grande mistério que ronda o livro. Ela tem um jeito único de se vestir e uma personalidade forte que ajuda ela a superar os obstáculos da vida. É gordinha e cheia de atitude, por isso é meu personagem preferido, depois do Baz (Porque não tem como superar o Baz). 
Só tenho uma observação para quem vai ler o livro. Não entre nele achando que vai ter um mistério impressionante e uma aventura de tirar o fôlego. Ele é um livro baseado no romance, ou seja, esse é o foco do livro. O mistério e o mundo servem como complemento para isso, na minha opinião. Sim o mundo é incrível, com seu sistema de magia novo que eu ainda não tinha visto em um livro. Existem criaturas magicas no livro, mas não é nada que não tenhamos visto antes. 
Mas nada disto tira pontos do livro. Ele é muito bem escrito e tem personagens que vão estar sempre no meu coração. Sim eu resolvi o mistério logo de cara, mas eu estava lendo o livro mesmo pelo Simon e pelo Baz, então, para mim não fez diferença. 
"Eu me aconchego nele, porque eu estou com frio e ele está sempre quente. E porque eu gosto de lembrar ele que não tenho medo dele." 
Eu recomendo esse livro para quem é fã do gênero romance e que gosto de um livro com um mundo muito bem construído e magico, mas que também gosta de um livro com um ótimo desenvolvimento do casal, porque Simon e Baz tem um relacionamento muito bem construído. 
Esse também foi meu primeiro livro LGBT e foi um sucesso, quero ler muitos outros livros do gênero, especialmente se ele tiver esse nível de fotura (porque amo fofuras!!). Então me recomendam livros assim nos comentários por favor, para eu fazer a minha lista. 
"Carry On, Simon Snow"

11 comentários:

  1. Li esse livro faz mais ou menos dois anos, e amei, você conseguiu expressar tudo que senti durante a leitura, me planejando para relê-lo, pois foi uma leitura que merece ser relida várias vezes

    ResponderExcluir
  2. Oi Lucas, tudo bem?
    Conheço várias pessoas que adoraram o livro. Eu particularmente ainda não senti vontade de ler, mas isso pode acabar mudando né.
    Beijokas
    Quanto Maais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nem um livro da autora Rainbow Rowell, mas fiquei bem curiosa em ler este livro, e acho que seria um bom livro para ler da autora, após ler sua resenha fiquei bem curiosa em conferir a história deste livro e adicionei ele em minha lista de leituras, acredito que irei gostar da história.

    ResponderExcluir
  4. Olá, EU AMO ESSA AUTORA, por ter lido Fangirl fiquei muito feliz quando anunciaram que estava em desenvolvimento uma obra spin-off sobre a saga preferida da Cat. Estou com Carry On aqui em casa e estou me contendo para não iniciar a leitura agora, dado os elogios da resenha. Não sei como é o final, mas já quero que o livro vire uma saga. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Rainbow Rowell é um amor, eu tive contato com esses personagens em fangirl(super recomendo), quando vi que ela tinha lançado um livros só deles me senti a própria cat, desde o começo eu tive curiosidade sobre porque os personagens já pareciam fofos lá agora no livros deles mesmo então

    ResponderExcluir
  6. Quero muito ler este livro após sua resenha, até porque você elogiou tanto está estória, e inclusive sou uma grande fan de romance, mesmo que seja LGBT, inclusive nunca li nada parecido, apesar de ter alguns na minha lista que pretendo ler. Espero gostar desta leitura tanto quanto você.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Já faz um tempo que quero ler esse livro, ainda mais por esse tema LGBT e por causa da autora, que só ouço elogios, alguns livros LGBT que adoro são O Terceiro Travesseiro, Naomi e Ely e a lista do não beijo e Meu nome é Amanda, adoro eles e super recomendo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. ADOREI A RESENHA!!!!!!
    NÃO VOU LHE INDICAR NENHUM LIVROS FOFOS, POIS NÃO LEIO LIVROS FOFOS MEU TIPO DE LEITURA É POLICIAL, THRILLER PSICOLÓGICO TENHO UNS PARA TE INDICAR OS DA JULIA QUINN ROMANCES DE EPOCA NAO SEI SE VC VAI CURTIR.... BJOS
    GLAUCIA

    ResponderExcluir
  9. Eu amo romance, a curti a resenha do livro. Já ouvi falar da autora, mas nunca li. Quem sabe algum dia eu leia.
    Talvez vc goste dos livros da Paula Pimenta, ela é brasileira, e muito, mas muito boa, vc devora o livro dela em um dia, pois a leitura é muito legal.

    Visite meu blog!
    garotaeraumavez.blogspot.com.br
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  10. Meu Deus como eu amo esse livro do fundo do meu útero. Rainbow Rowell é uma das minhas autoras favoritas da vida! Já li todos os livros dela e amo cada um!
    Carry On foi o primeiro livro gay que li e simplesmente me apaixonei pelos personagens, impossível não shippar! Deu até vontade de reler. Amo o Simon, todo inocente e que tem cabelos cacheados maravilhosos!

    ResponderExcluir
  11. Infelizmente não sou muito chegada a livros assim. Mas gostei da història, não sei se leria, mas para quem gosta é uma òtima opção.

    ResponderExcluir