10 de out de 2016

Resenha - Eu estive aqui

Olá pessoal!
A resenha de hoje é do livre Eu estive aqui da mesma autor do popular Se eu ficar Gayle Forman, publicado pela editora arqueiro.

“Sinto informar que precisei dar fim à minha própria vida. Estou adiando esta decisão há muito tempo, ela é minha de mais ninguém. Sei que isso lhe causará sofrimento, e lamento que seja assim, mas saiba que eu precisava acabar com a minha dor. Não tem nada a ver com você, mas tudo a ver comigo. Não é culpa sua"                                                     
                                                                                               Meg

Sinopse: Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo... 
Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal? 
A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos. 
Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo... E de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida. 


“- em nossa cidade, ela era como uma rosa brotando no deserto; confundia os outros -”

Quando ganhei esse livro pensei que era só mais uma historinha clichê de romance adolescente, mas ele me surpreendeu apesar de ser bem obvio o casal que se forma e os clichês normais de todo romance, como a menina rejeitar o cara dos sonhos de todas as outras, dramas da idade e etc. o tema que o livro aborda é serio e vem se popularizando cada vez mais e eu acho muito valido já que os temas depressão e suicídio ainda são meio que um tabu para algumas pessoas. 
As revelações sobre a morte de Meg que me deixaram um pouco intrigada e fazem com que você queira entrar mais na historia apesar de o autor a deixar esfriar em varias partes, até que é uma leitura que vale a pena.

Espero que gostem. Boa leitura!

6 comentários:

  1. Esse livro parece bem sinistro ne?! Eu tenho muita vontade de ler, mas ainda não tive oportunidade. Acho ele intenso e misterioso; mesmo tendo um romance, não acho que exclui o tema forte do livro .
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi Joyce eu pensei tratar de uma continuação, pelo nome que ele tem achei que fosse o segundo, mas percebo que é uma história independente. Acho que a popularidade de temas como depressão e suicídio tem sido muito positivas , porque esses temas trazem a roda de conversa e diálogo um mal que muitas pessoas sofrem e quase ninguém sabe: a tristeza profunda, solidão e dor! Achei a capa belíssima e agora que sei do que se trata quero ler!

    Adriana Holanda Tavares
    "Que Brilhe a tua Luz!"

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente não me interessei por nenhum livro da autora, até agora. Lendo a sua resenha mudei um pouco de opinião com relação a esse. Não gosto de livros com muitos clichês e, pelo menos esse, não tem. Além disso, trata de temas como suicídio. Com certeza darei uma chance a esse livro.

    ResponderExcluir
  4. Joyce!
    Os livros da autora sempre trazem temas polêmicos e a eu ver muito bom de serem desenvolvidos.
    Aqui o tema suicídio é bem abordado e a forma como ninguém percebe que a outra pessoa precisa de ajuda, é um grande alerta para que todos devamos observar quem nos rodeia.
    “Prefiro os erros do entusiasmo à indiferença da sabedoria.” (Anatole France)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Que bom que o livro não foi apenas mais um clichê no mundo literário. Uma coisa que eu amo são as particularidades de cada obra que eu leio. Amo quando os assuntos tensos são desenvolvidos de uma maneira tão legal.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Gostei bastante da resenha, resumiu bem o que eu também compreendi e queria expor com alguém sobre o livro, confesso que li esse livro com a intenção de tirar uma teima, li os dois livros de mais sucesso da autora e não atendeu tanto as minhas expectativas, porém esse me surpreendeu, e me fez gostar da autora...

    ResponderExcluir