10 de dez de 2016

Você está preparado para dizer Adeus? - Por: Marcos A. Junior [Dezembro Especial #10]

Você está preparado para dizer Adeus? Texto de Marcos A. Junior

Esse texto não é unicamente relacionado às partidas eternas, pois isso envolve muito mais do que qualquer vã compreensão humana é capaz de absorver. Essa, talvez, é a pergunta que mais desejamos saber. Para onde iremos após o nosso corpo falecer? Como já foi dito, o foco não é questionar crenças ou ensinamentos. A questão é bem mais prática do que todos pensam. Todos, mais cedo ou mais tarde, por motivos explicáveis ou não, sejam eles familiares, amantes, amigos ou conhecidos, vão embora. Todos. Não é uma regra de possível exceção. Todos os seres humanos irão embora. Essa é uma questão muito dolorosa, pois as pessoas não preparam-se para serem deixadas, ou deixar alguém ir embora, livremente, sem rancor, no caso de um relacionamento amoroso ou sem tristeza, no caso da partida ser incontrolável. As pessoas tem o costume de desejar eternidades. Os indivíduos tem o terrível hábito de querer entrar na própria zona de conforto. É inegável que, ao entrar em tal zona tão prazerosa, o corpo fica mais relaxado, tranquilo e pronto para “evoluir” de fase. Mas também é óbvio que tal conquista não vem unicamente com o bônus. Afinal, toda moeda tem sua outra metade. O ônus de tal ingresso na estabilidade emocional é o acomodamento automático. 


O ser humano tem esse terrível defeito. Acostumar-se com o prazer atual e pensar que o pássaro da felicidade nunca mais poderá voar para longe. A terrível, e óbvia, notícia que venho transmitir é: Do outro lado de qualquer relacionamento existe uma pessoa repleta de desejos e aspirações. As coisas podem estar dando muito certo para um lado, mas, em consequência, o outro lado pode estar segurando toda a barra. A corda está exercendo a sua maior elasticidade. Para o futuro, uma notícia tão óbvia quanto: A corda irá romper. Tendo tal conhecimento em mãos, voltamos à pergunta inicial: Você está preparado para dizer adeus? Acredito que a resposta é não para noventa por cento das pessoas que escutam tal questionamento, com números matematicamente não exatos. 

Dar adeus é realmente uma das piores tarefas que nós, humanos, temos de enfrentar. Apesar de toda essa dificuldade visível, dar adeus é um ato de amor. Uma das maiores demonstrações de sentimento que qualquer pessoa pode dar. Se a questão é familiar, em um caso de falecimento, seja ele por causas naturais ou não, a dor sempre irá estar presente. No primeiro, a saudade fará do nosso coração uma moradia permanente. No segundo, a revolta irá nos pertencer por alguns dias, meses, anos, décadas e talvez nunca vá embora, dependendo da personalidade de cada um. Já em caso de relacionamentos afetivos, a situação tende a ser similar, mas não tão inexplicável quanto. Os relacionamentos acabam porque tem que acabar. Por mais que nos revoltemos e arremessemos a culpa para o outro lado, o mais comum de acontecer, no fundo, todos sabem o motivos dos fins. 

Para os que fingem não saber, vou deixar algo bem claro: As pessoas só vão embora quando querem ir. Não há um único ser humano que não tenha a opção de ficar. Os que realmente querem, ficam, passando por cima de tudo e de todos. Afinal, para o verdadeiro amor, não existem barreiras intransponíveis. Aos que não querem ficar, acredite, você está livrando-se de uma furada. E se é furada, por mais prazeroso que fosse, emocional ou sexualmente, não daria certo e você viveria eternamente presa (o) aos erros alheios e, mais cedo ou mais tarde, iria chegar ao mesmo fim. Então, por que não evitar um sofrimento futuro e mais intenso? Quanto menor o tempo de envolvimento, menor a dor na partida. No caso de redução dores, tendo em vista que todos irão partir algum dia, queira isso. Após ler e refletir sobre tudo isso: Você está preparado para dizer adeus?

Bom pessoal, dessa vez decidi deixar primeiro o texto, para só depois poder conversar aqui com vocês, em meio a tantos acontecimentos nesses últimos dias, nada melhor do que uma reflexão sobre nós, sobre a vida e sobre o outro... 
O Marcos, é parceiro, amigo e colunista do nosso blog, a partir de agora vocês irão acompanhar alguns textos quinzenalmente ou mensalmente escritos por ele (quem sabe um dia eu me aventure e acabe escrevendo um também?) Mas o propósito inicial será que vocês leitores aqui do blog, escolham um tema para que ele possa escrever, deixem aqui nos comentários a sugestão de vocês, compartilhem para mais pessoas, e quem sabe tenha texto semanalmente? Porque uma coisa é certa, ele escreve muitooooo bem, não é mesmo?

Escolha o próximo tema deixando sua opinião nos comentários.

Compartilhe para um amigo!!!

21 comentários:

  1. Que texto maravilhoso.. Eu acabei de terminar de jogar Final Fantasy XV (eu sei q é meio tosco eu comparar com um jogo), mas o final do jogo é o final de história mais incrível q eu já li/assisti/joguei, e tem tudo a ver com perdas e partidas.. com dizer adeus. Eu ainda estou num estado de melancolia por causa disso. Sabe quando vc termina uma história tão perfeita q te afeta por dias?? Entao....

    ResponderExcluir
  2. o texto ficou muito lindo! realmente o autor dele escreve muuito bem, gostaria de ver como ele descreveria a amizade em um de seus textos...

    ResponderExcluir
  3. Nossa, o cara escreve demais! Que texto MARAVILHOSO. Está de parabéns.
    É muito ruim dizer adeus, então confesso que não, não estou preparada para certas despedidas.
    Fato que um dia todos irão partir, mas não gosto nem de pensar nisso. Fico um tanto mal!
    Acho complicado até de falar, de comentar sobre o texto.
    Mas concordo com todas as palavras ditas, fim!
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  4. Marcos/Lucas!
    Uma coisa é inegável: já nascemos sabendo que a morte é a única certeza que temos na vida e me pergunto por que então as pessoas não se preparam para ela?
    Em relação a dizer adeus por outros motivos...somos seres que tem livre arbítrio e como tal, passíveis de tomar qualquer decisão, inclusive deixar, abandonar, se afastar, seja lá que termos usemos, das pessoas.. é doloroso? É, porém temos de respeitar e aceitar a decisão do outro. é o que penso.

    Seja bem vindo ao blog.

    “Desejo a você e a sua família um Natal de Luz! Abençoado e repleto de alegrias. Boas Festas!”
    (Priscilla Rodighiero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. o texto dele ficou ótimo, tratou de um assunto que na maioria das vezes nós não queremos falar sobre de tal maneira que vc quer ler até o fim! queria que ele postasse um texto sobre amizade.

    ResponderExcluir
  6. Olá,dizer adeus é algo com que o ser humano ainda não está preparado para lidar e para nós fica o mistério do porque de isso muitas acontecer de forma abrupta ou inesperada e só o tempo pode curar a ausência dos que se foram. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito do texto. Dar adeus a qualquer coisa é super difícil, acho que poucas pessoas sabem fazer isso sem sofrer, ou apenas elas não tem sentimento :/

    ResponderExcluir
  8. primeiro parabéns para o Marcos
    segundo cria sim coragem Lucas!!
    quanto ao texto acho que mesmo os que dizem que estão preparados só vão saber que não estão na hora do adeus
    é uma coisa muito dolorosa e cada um lida de um jeito diferente!

    ResponderExcluir
  9. Meu deus, estou sem palavras. Faz tempo que não leio um texto que realmente me tocou e me deixou pensativa dessa forma. De fato, é muito difícil de dizer adeus, mesmo sabendo que isso eventualmente irá acontecer. Temos que aprender a sair da nossa zona de conforto e encarar o mundo real, para não deixar que a tristeza nos roa por dentro.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  10. Que texto incrível! Me pegou de jeito. Realmente ninguém está preparado para dizer adeus, em nenhuma das suas formas. Eventualmente somos obrigados a fazer isso, ainda que não seja diretamente, mas é uma das únicas certezas que temos na vida. E de que carregaremos isso para sempre conosco. Espero ver mais textos maravilhosos assim em breve.
    Até!

    ResponderExcluir
  11. Eu gostei bastante do tema escolhido. Faz a gente relfetir mesmo, porque a perda de alguém é algo dolorosa quando não esperado.
    Um tema que eu gostaria é família . abraços

    ResponderExcluir
  12. Olá.
    Parabéns pelo texto, de uma grande reflexão e muito bem escrito.
    Dizer adeus, é muito difícil e doloroso. Infelizmente já passei por essa situação várias vezes e cada momento um pedaço da gente vai junto.
    Bem, espero que outros textos possam nos ser presenteados. Sempre é muito bom quando encontramos escritas bem elaborada e que tocam nossos corações.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  13. Nossa esse texto faz refletir, como dizem a morte é a única certeza da vida, mas é muito difícil estar preparado para perder alguém importante.
    É difícil pensar nesse assunto sem ficar triste, mas é interessante refletir sobre esse assunto.

    ResponderExcluir
  14. Eu realmente acho bem difícil dar adeus, mas querendo ou não é inevitável. Eu procuro não ficar pensando tanto nisso, mas é uma coisa que me deixa bem triste...
    Nossa, achei o texto muito bom! Já deu pra perceber que ele escreve bem mesmo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá! Primeiramente, lindo texto, parabéns!
    Creio que além de não estarmos preparados para dizer adeus, não estamos também acostumados a isso. Quando surge a hora da despedida, é algo geralmente espontâneo, somos pegos de surpresa, ficamos de mãos atadas e por isso, na grande maioria das vezes, não sabemos como lidar com essa situação... afinal, apesar de ser algo inevitável (pessoas vem e vão) não existe nenhum manual de como proceder nesses casos, não é mesmo? É algo triste e penoso, mas faz parte da realidade da vida, algo que mesmo que não estejamos preparados, temos aprender a lidar.

    ResponderExcluir
  16. Amei o texto, parabéns.
    Deveria ter lido ele há uns 4 meses atrás qdo terminei um relacionamento longo, foi realmente difícil dizer adeus, achei que nunca mais seria a mesma, e de fato não fui, hoje sou uma versão melhorada e que aprendeu que as vezes temos que deixar as pessoas irem embora é sempre dolorido mas sempre é para o melhor.

    ResponderExcluir
  17. Nossa amei o texto, o tema proposto é super importante, pois nos temos essa dificuldade no nosso dia a dia, achei tão lindo quando disse que dizer adeus é um ato de amor, sim, pois deixamos a pessoa partir sem ressentimento, deixamos ela partir ou partimos, deixando que o outro saiba que o amamos, e sobre a morte é inevitável, uma das únicas certezas que temos nessa vida, porém nunca estamos prontos quando ela chega. Vou amar ler os textos Marcos.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  18. Que texto tocante!
    Ameiii.
    Não esperava por isso.
    O tema é bem importante, pois temos cada dificuldade!
    Esse ano foi bem puxado, mas eu gostei!

    ResponderExcluir
  19. Olá...
    Que texto lindo!!! Já estou querendo ler mais textos do Marcos por aqui.... Definitivamente nunca estamos ou estaremos prontos para dizer adeus... Um texto que nos leva a refletir muito...
    Abraços...

    ResponderExcluir
  20. Excelente. Vc nunca deixa a desejar em seus textos. Parabéns marcos bjs

    ResponderExcluir
  21. Oi, Marcos !!
    Gostei muito do seu texto, acho que nunca estamos ou nos preparamos para dizer adeus, por isso esse é um tema muito pouco discutido, principalmente a questão do luto, adorei seu texto !!

    ResponderExcluir