13 de dez de 2016

Resenha Adelphos [Dezembro Especial #13]

Olá leitores, bora conferir mais uma resenha?


Sinopse:

Enzo, Mila e Dan são três adolescentes com deficiência que acreditam ser possível competir em iguais condições com os demais atletas olímpicos. Enzo é surdo e treina na modalidade tiro com arco. Mila tem glaucoma de nascença e treina na ginástica artística, enquanto Dan usa uma prótese na perna esquerda para treinar no atletismo. De uma forma inesperada, após o contato com uma luz misteriosa, eles são transportados para um mundo fantástico chamado Oykos, parcialmente dominado pelo Dragão Ponéros. Enquanto tentam encontrar as respostas e o caminho de volta para casa, eles precisarão enfrentar os perigos que surgem durante a jornada. Seres das trevas, chamados Éktros tentarão impedi-los de chegarem ao único local capaz de fornecer as respostas que precisam: a Terra de Adelphia.

A princípio quero agradecer imensamente o carinho que o autor M. Pattal tem com o nosso blog, a nossa parceria já é de longa data desde 2014 logo no início da nossa jornada ele já estava confiando no nosso trabalho e fico grato por isso, só tenho a desejar as melhores coisas do mundo!!!

Comecei a ler Adelphos assim que conclui um outro livro de fantasia, sou sincero a dizer que antes do blog, não pensava que leria tantos livros de fantasia como li de uns tempos pra cá, e confesso que todos os livros do gênero que li, superaram minhas expectativas, e com Adelphos não poderia ser diferente, foi uma leitura extremamente agradável.
O foco principal do livro é nos jovens Enzo, Mila e Dan, que apesar de morarem em diferentes partes do país e que tinham algo em comum, apesar de terem algum tipo de deficiência, os três jovens sonhavam em ser campeões olímpicos.

Para mostrar que são capazes, os três jovens precisam mostrar o que toda pessoa que tem algum tipo de deficiência precisa fazer diariamente, enfrentar críticas, superar obstáculos e rejeições e mostrarem sim, que são capazes.

O livro é uma mistura de vários planos de fundo que jamais imaginei ler, como por exemplo o fato dos jovens terem alguma deficiência e estarem tentando participar de uma olímpiada, tendo em vista que recentemente o nosso país sediou os jogos olímpicos e Paralímpicos, e foi possível perceber que garra e determinação não faltou de todos os atletas do nosso país, apesar da falta de apoio e incentivo.
Entre os personagens, consegui ter um apego maior com Enzo, não sei porque mais ele conseguiu me cativar mais com sua história e com sua luta.  

Confesso que tive uma certa dificuldade em decorar alguns nomes complicados, mas nada que um bloco e uma caneta do lado não resolvam. Já adianto que é um livro repleto de aventuras, que quando você pensa que está tudo tranquilo, vem uma nova aventura e um novo acontecimento de tirar o fôlego. Me prendi do começo ao fim, e agradeço a oportunidade de ler uma obra tão bem elaborada como essa.
O autor acertou bastante com a questão dos mapas, e de tudo que cerca o livro, fazendo com que a obra ficasse mais completa ainda.
A única coisa que senti falta foi um aprofundamento maior das relações dos jovens com suas famílias, esperei, esperei, esperei e nada, mas estou no aguardo dos próximos livros!!!

Classificação: 4/5

17 comentários:

  1. Que bacana a premissa do livro.
    Interessante abordar essa questão das deficiências com o esporte.
    Apesar de não ser uma obra que estaria na minha listinha de leituras, fiquei bem curiosa, confesso.
    Ainda mais que é uma história bem elaborada, como você mesmo disse.
    Quem sabe eu não tenha a oportunidade de conhecer o livro em breve?
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  2. Lucas!
    Há muito desejo ler as obras do Pattal, mas infelizmente ainda não tive oportunidade.
    Já me identifiquei com o enredo do livro, porque sou portadora de deficiência também e sei o tanto de preconceito sofremos e gostaria de acompanhar todas as aventuras dos protagonistas para atingirem seus objetivos em se tornarem atletas.
    Deve ser um livro fantástico.
    “O verdadeiro sentido do Natal não está nos presentes e nem no papai noel, mas sim no nascimento de Jesus Cristo, que veio ao mundo para nos libertar do pecado e ser o nosso único salvador!” (Andréia Godoi)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Adorei de mais essa resenha! Adoro livros desse gênero! Desde que eu comecei a acompanhar o blog minha lista de tornou um buraco negro sem fim!!! Espero um dia conseguir ler todos esses livros.

    ResponderExcluir
  4. Olá, bem, essa dica não é muito pra mim. Assim como você, não sou muito de ler fantasia. Não gosto o bastante pra me aventurar e deixar de ler os romances da vida, que bom que você já mudou um pouco essa rotina, porque acredito que seja legal mudar um pouco.
    Alem de tudo isso, percebo que o livro traz algum ensinamento, uma reflexão por tratar de personagens com alguma deficiência física. Nesse ponto achei super incrível o livro ! Abraços

    ResponderExcluir
  5. Apesar de gostar muito de fantasia, não me interessei por esse livro :/

    ResponderExcluir
  6. Como se não bastasse o gênero do livro, que já me agrada, adorei a ideia da inclusão dos personagens, que ao invés de se lamuriarem pelas suas deficiências, encaram os desafios de cabeça erguida. Uma bela lição para todo mundo, né? Não conhecia o livro, mas fiquei querendo ler!

    ResponderExcluir
  7. Olá, é difícil encontrar livros que abordem pessoas com deficiência ainda mais numa trama fantasiosa,muito interessante. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. No inicio lendo a sinopse parecia uma história normal de superação, ai depois deu para perceber que havia fantasia na história, gosto de livros deste estilo, e lendo sua resenha fiquei bem curiosa em relação a história, pretendo ler Adelphos.

    ResponderExcluir
  9. Eu não conhecia esse livro, mas já fiquei bem interessada nele. Achei super diferente um livro com personagens com alguma deficiência e que sonham em participar das olimpíadas. E eu acho que também vou gostar bastante da determinação dos personagens. O livro já entrou para a minha listinha :)

    ResponderExcluir
  10. Sou fã de fantasia e admito que nunca li nada nacional do gênero, acho que seria um bom começo esse livro.
    É bem diferente de tudo que já vi por ai e tem uma premissa muito boa.

    ResponderExcluir
  11. Olá.
    Muito interessante o enredo do livro. Uma leitura de superação, crescimento e muita aventura, imagino!
    Resenha muito bem elaborada. Gostei da premissa do livro e espero poder ler em breve.
    Dica anotada.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Que legal que é uma parceria de longa data, isso mostra que realmente está sendo vantajoso para ambas as partes. Eu amo fantasia, mas ultimamente tenho lido pouco, e gostei da premissa desse. Só torci o nariz por causa dos nomes complicados.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  13. nunca tinha escutado falar do autor
    adoro livros de fantasia
    as vezes eu tb acho que não deveria ler tantos livros de um genero só, mas eu gosto e daí
    nossa que diferente os personagens terem deficiência! só por isso a história já começa diferente
    fiquei com muita vontade de conferir ainda por cima que é nacional!

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bom?
    Gosto de livros de fantasia, não tinha ouvido falar de Adelphos ainda, achei super interessante termos esses jovens mesmo com deficiência desejavam ser campeões olímpicos, ainda não li nenhum livro que os personagens tivessem esse desejo, ou que sequer citasse uma Olimpíada.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  15. Nunca li esse livro!
    Mas como aborda fantasia eu já quero ler.
    Parece ser bem interessante!
    E aborda tbm deficiência o que é um assunto pouco explorado!

    ResponderExcluir
  16. Olá...
    Achei a premissa do livro sensacional!!! Gosto muito de fantasia e esse livro parece trazer muitas reflexões por conta da deficiência dos personagens... Acredito que traga muitos exemplos de superação...
    Abraços...

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas achei a historia dele muito interessante ainda mais por ser um livro de fantasia, fiquei curiosa para saber se os meninos iram conseguir realizar seus sonhos, parece ser uma leitura bem envolvente e se tiver oportunidade com certeza irei ler esse livro !!

    ResponderExcluir