4 de abr de 2017

[Resenha] Sofia - Mai Passos G

Oláaaaa leitores, depois de um longo período sumido, cá estamos nós com resenha novamente, dessa vez é um livro que li no final do ano, porém, contando pelá milionésima primeira vez, o carregador do meu notebook deu problema, e a resenha como já estava pronta e salva no notebook, não tive como ter postado, mas chega de enrolação não é mesmo?

Sophie nunca aceitou a morte de Sofia, a irmã mais velha. Um dia ela tinha sido acordada pelas sirenes e, no outro, presenciara o enterro da irmã. Aos seis anos de idade, teve que lidar com a dura realidade de ver sua mãe lutando todos os dias para sobreviver, e ver seu pai cada vez mais ausente. Os anos passaram-se, com ele veio o divórcio, e o que sobrara de sua família se ruíra: seu pai encontrara uma nova família; e sua mãe mantinha-se inerte em si mesma. Aos 18 anos Sophie arrumou as malas e embarcou em uma alucinante jornada atrás da única coisa que sobrara de Sofia: seu coração – agora batendo no peito de um estranho. Sophie saiu de casa no meio da noite, deixando apenas um bilhete para a mãe: “Vou atrás de Sofia, mamãe. Vou consertar essa bagunça”.

FALANDO DE SOFIA....
Vou começar essa resenha falando que pensei bastante no que eu ia escrever, sério mesmo, assim que terminei  essa leitura fui logo falar com a Mai, que não saberia fazer uma resenha  digna do que foi o livro, mas vamos lá, prometo fazer o melhor para vocês!!!
O livro conta a história de Sophie, uma jovem que perde a irmã mais velha em um acidente de carro, quando tinha apenas 6 anos de idade. A perca da irmã, Sofia, (isso mesmo, Sofia, as duas irmãs tem o nome parecido) desestabilizou a família inteira, Marco, pai das meninas acaba abandonando o lar, após perceber  como sua esposa, Fernanda,  ficou com todos os acontecimentos, deixando filha e marido de lado, vivendo em um triste solidão após perder a filha.
Sophie, em meio a tudo isso, também não havia conseguido superar ter perdido a irmã, tão nova, e acaba embarcando em uma aventura, atrás do coração de Sofia, a mesma era doadora de órgãos.
No início dessa aventura, Sophie acaba encontrando Adam, que por sorte do destino (ou não) aceita ajuda-la a encontrar. Nesse período, sua mãe percebe o desaparecimento da filha e junto com seu ex-marido, partem em busca da filha mais nova, se não bastasse perder Sofia eles não suportariam perder a caçula da família.
Daí então o livro acontece sempre paralelamente entre a busca de Sophie pelo coração da irmã, e seus pais Fernanda e Marco em busca da filha.
E é daí que a história começa a desenrolar, por ser contada em terceira pessoa a leitura flui bem, e traz uma mensagem bacana, mostrando o amor que Sophie tinha pela irmã, e o amadurecimento pessoal são pontos relevantes no decorrer do livro.
A Mai consegue transmitir sentimentos através da escrita, envolvendo completamente o leitor, é um livro curto mas completo, confesso que essa leitura me deixou bastante feliz de uma forma geral, e saber que terá continuações é melhor ainda. Por mais que eu demore horas e horas escrevendo aqui não conseguiria dizer tudo, finalizo dizendo que encerrei 2016 com o pé direito. Demorei postar a resenha? Sim, segue normal, mas valeu muito a pena.

CLASSIFICAÇÃO: 5/5

12 comentários:

  1. Olá Lucas,
    Amei sua resenha sobre esse livro...a historia e tão fofa, ver que uma irmã ama tanto a outra, e tão lindo esse drama...nem eu mesma sei o que dizer sobre ele..fiquei sem palavra alguma para citar algo..só posso dizer que quero ler esse livro!

    ResponderExcluir
  2. Lucas!
    A demora não é tão importante, porque todos nós passamos por momentos difíceis, principalmente com a net, o mais importante é que a resenha saiu.
    Gosto de livros que falam de dramas familiares e acima de tudo, sobre as lições e aprendizados, e claro, o amor que existe de alguma forma entre eles.
    “ Eu creio que um dos princípios essenciais da sabedoria é o de se abster das ameaças verbais ou insultos.” (Maquiavel)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA ABRIL especial de aniversário, serão 6 ganhadores, não fique de fora!

    ResponderExcluir
  3. Olá Lucas!
    Não conhecia o livro, mas parece ser realmente envolvente acompanhar essa busca de Sophie pela pessoa que recebeu o coração da irmã, na tentativa de concertar as coisas em sua família. Espero um dia ter oportunidade de lê-lo!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Oi Lucas....
    Me apaixonei pela sua resenha... Ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas parece ser realmente incrível... Um drama familiar cheio de lições para levarmos para a vida toda... Com certeza quero esse livro em minha estante...
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas lendo a resenha fiquei bem curiosa, achei essa historia diferente e gostei muito da forma que os pais da Sophie acabam reagindo para poder encontra-lá, fiquei bem curiosa para poder ler essa historia e gostei muito dessa mensagem que o livro trás !!

    ResponderExcluir
  6. Oi Lucas, ao ler o inicio da resenha confesso que já estava atirando pedras por causa dos fatos previsiveis, porém percebi que não é tanto assim. Sua resenha me deixou curiosa a respeito da história e já deixo claro que está adicionado a minha lista de leituras.
    Beijos direto do #grupodaone

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lucas!!
    Adorei a resenha, achei a estória bem interessante!! Confesso que não conhecia esse livro, mas fiquei muito curiosa em saber se a Sophie encontrou o coração da irmã!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  8. OI!
    PELO QUE PERCEBI, AO LER ESSE LIVRO, ESTAREMOS PROPENSOS A NOS EMOCIONAR BASTANTE! É A PRIMEIRA VEZ QUE VEJO ALGUÉM FALAR SOBRE ELE. ACREDITO QUE A MENSAGEM QUE ELE QUER PASSAR TEM UM GRANDE POTENCIAL E ATRAI MUITAS PESSOAS.
    ENFIM, NÃO SEI SE LERIA, MAS É BOM SABER QUE VOCÊ ESTÁ SATISFEITO COM A ESCRITA DA AUTORA.
    UM BEIJO ♥

    ResponderExcluir
  9. Oi Lucas, tudo bem?
    Com certeza trata-se de um livro bem intenso que vai trabalhar os sentimentos de uma forma única. Sei bem como é essa sensação de achar que não há resenha que rescreva de forma correta todos os sentimentos que tivemos com o livro.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  10. Oi, geralmente não me atrai livros que já começão com morte, mas esse vem me chamando muita atenção pelos diversos elogios que li sobre ele, acho que vou acabar cedendo.
    Resenha linda! Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Que linda resenha, você transmitiu todo sentimento pela leitura, de uma forma muito clara. Parabéns.
    Não conhecia o livro, mas fiquei interessada. Deve ter uma linda mensagem.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Nunca sei se é muito bom ou muito ruim quando gostamos tanto de um livro que nem sabemos como resenhá-lo hahaha o lado leitora ama, o lado blogueira odeia.
    Não conhecia o livro, achei peculiar que as irmãs tenham nomes parecidos e fiquei com raiva do pai das meninas por abandonar o lar :@ como assim, no momento em que a mãe mais precisava? Odeio ele!
    É maravilhoso quando os autores conseguem nos transmitir sentimentos, né? Acho que por melhor que seja o livro, se não for emocionante ele já perde pontos.

    Duas Leitoras - no Top Comentarista de Abril você pode escolher entre 4 livros!

    ResponderExcluir