6 de mar de 2017

Resenha: Homeland: Como tudo começou – A história de Carrie

E seguindo com os livro da minha lista de metas para 2017 o escolhido para fevereiro foi Homeland publicado pela Editora Intrínseca escrito por Andrew Kaplan.


 Sinopse: Beirute, 2006. A oficial de operações da CIA Carrie Mathison escapa por pouco de uma emboscada durante um encontro clandestino com um novo contato, de codinome Rouxinol. Suspeitando que a segurança da operação possa ter sido comprometida, Carrie desafia seu chefe num acalorado debate, que acaba por causar sua volta à sede da agência, nos Estados Unidos.
Especialista em reconhecer e antecipar padrões de comportamento -— uma habilidade que se deve em parte a seu transtorno bipolar, o qual mantém em segredo para proteger a carreira —, Carrie tem cada vez mais certeza de que uma trama terrorista está em andamento. Ela então se arrisca num grave ato de insubordinação, na tentativa de descobrir uma prova que conecte Rouxinol a Abu Nazir, 
líder da Al-Qaeda no Iraque. Determinada a interromper os planos terroristas, ela embarca numa obsessiva busca que pode acabar com sua carreira e até mesmo com sua vida.
Construído com a mesma dose de suspense e as intrincadas reviravoltas que fizeram de Homeland uma série campeã de audiência, o livro revela a história pregressa de seus principais personagens e conduz o leitor ao interior da mente de sua brilhante espiã.


Quando comprei o livro achei que não ia gostar e seria mais um que eu largaria e ficaria lá na estante esquecido, imaginem qual foi minha surpresa quando logo nas primeiras páginas eu já estava totalmente mergulhada na história, por se tratar de guerra e investigação achei que a história seria super densa e complicada, mas é totalmente o comtrario. Apesar de já está familiarizada com o enredo da trama por causa da série, o livro me surpreendeu e teria me surpreendido mesmo se não me fosse familiar. 
Em sua maior parte o cenário da história da personagem principal Carrie passa no Oriente médio entre Beirute, Bagdá e Ramadi, e acabou por despertar em mim uma curiosidade e desejo de saber mais sobre o oriente médio. Apesar de o livro ser ficção ele foi escrito de uma forma tão real que fica até um pouco difícil de lembrar que ela não aconteceu.

Primeiro eu assisti a 1ª e a 2ª temporada da série para depois ler o livro, para quem se interessar pelo livro acho melhor assisti pelo menos alguns episódios antes do livro para já ficar mais familiarizados com o universo de Homeland e saber se você realmente se interessa pela narrativa, mas um não influenciara no outro já que se trata de história diferentes que se passam no mesmo universo mantendo a maioria dos personagens.




15 comentários:

  1. Não costumo ler livros do gênero, mas esse tem um certo mistério, suspense que me atraiu bastante.
    Gosto de investigações, esse envolvimento da CIA e acho que a leitura desse livro parece ser bem bacana.
    A personagem principal parece ser muito bem construída.
    Fiquei curiosa, tanto pelo livro, como pela série agora rs.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  2. Oi.
    Eu não conheço a série, mas adorei a dica de assistir primeiro a série depois ler o livro, eu amo esse cenário de guerra e investigação, e não vejo a hora de conferir e outra coisa que adoraria me aprofundar mais também, é o Oriente Médio.
    bjs.

    ResponderExcluir
  3. Oi Joyce, olhando a capa, a sinopse e já tendo visto alguns trailers da série, eu também tinha a impressão que esse livro teria uma leitura mais complicada e fiquei feliz em saber que o livro envolve o leitor. Eu pensava que a série havia se baseado no livro, mas pelo que li na resenha não é assim né?! são os mesmos personagens com histórias distintas e eu que ainda não tinha nem dado uma chance a série, acho que vou assistir uns episódios ;)

    ResponderExcluir
  4. Olá, nunca li nada desse gênero (que eu me lembre). Adorei a capa do livro, algo nele me chamou muito a atenção. A resenha está ótima e acho que você expôs bem seu ponto de vista. Livro adicionado à lista de leituras. ;)

    ResponderExcluir
  5. Também não costumo ler nada do gênero mas já ouvi falar que a série é ótima. Não sabia que tinha livro... Como a série está entre as minhas "pra assistir" depois que eu ver e descobrir se eu gosto ou não posso arriscar de le-lo mas gostei de saber que existe!

    ResponderExcluir
  6. É tão bom quando começamos a ler sem muitas expectativas e a leitura nos faz não querer largar o livro de jeito nenhum.
    Apesar de não conhecer essa série, parece ser bastante interessante.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Joyce!
    Acompanhei a série e gostava muito, principalmente porque falava sobre o Oriente médio e os conflitos vividos pelos protagonistas por serem americanos e tudo o mais.
    Nem sabia do livro, mas fiquei interessada.
    “Saber de cor não é saber: é conservar aquilo que se deu a guardar à memória.” (Michel de Montaigne)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  8. Olá, adoro quando iniciamos uma leitura sem expectativa alguma e somos surpreendidos, não conhecia o livro mas vejo que ele deriva-se de uma série, por isso não sei se leria. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Hey, Joyce! Já ouvi falar da obra e da série (quem nunca?), mas nunca me interessei, e nem é por ter as mesmas expectativas (bem baixas) que você tinha antes de iniciar a leitura, mas é porque a premissa não me agrada mesmo.

    Que bom que você gostou da obra, mas não é dessa vez para mim. Parabéns pela resenha!

    Abs.

    ResponderExcluir
  10. Oi Joyce, eu raramente assisto antes de ler o livro. Mas vindo de você esse conselho e como você já assistiu alumas temporadas, se eu decidir ler a obra, vou dar uma espiadinha em alguns episódios. Adoro esse clima de investigação, ele coloca meus neurônios para pensar (rsrsr).
    Beijos
    [SORTEIO]Baile Literário
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  11. Oii! Não sabia que existia o livro dessa série, apesar de nunca ter assistido.
    A premissa é interessante, mas na verdade quando se trata desse tipo de assunto eu prefiro série/filme mesmo, pois as cenas de ação são indispensáveis.
    Que bom que a leitura te surpreendeu! Mas também, comprar um livro esperando deixá-lo parado na estante? hahaha expectativas tavam lá embaixo, né? Mas isso é bom, pelo menos não nos decepcionamos

    Duas Leitoras - no Top Comentarista de Março você pode escolher entre 4 livros!

    ResponderExcluir
  12. Oiii!

    Eu não conhecia esse livro :O e nem mesmo a série. Não é muito o estilo que curto e leio com frequencia, e eu dificilmente leio e assisto uma mesma coisa, acho que uma tira o brilho da outra :(

    Mas deve ser uma sensação ótima imaginar a personagem depois que já sabemos como ela é *----*

    ResponderExcluir
  13. Oi Joyce!
    Eu assisti as duas primeiras temporadas de Homeland, mas não sabia que existia um livro, ainda mais um que trata da vida da Carrie antes dos acontecimentos dos primeiros episódios. Quando vi a capa também imaginei se tratar de uma leitura mais densa e intrincada, mesmo porque a série se você perder um segundo fica boiando o episódio inteiro. E que bom que a leitura te surpreendeu positivamente.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Assisto essa série mas nem sabia que tinha os livros, adoro a história dela e agora quero ler os livros, afinal, se tem livro, tenho que ler, é impossível não comparar o livro com a série, mas acho que os dois são bons o suficiente.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Joyce!!
    Não sabia que tinha um livro sobre Homeland!! Pensei que era só a série. Gostei muito da resenha e agora fiquei curiosa para assistir a série e ler esse livro!!
    Beijoss

    ResponderExcluir